domingo, 11 de abril de 2010

Chico Xavier – Infância

Francisco Cândido Xavier nasceu em 02 de abril de 1910 na cidade de Pedro Leopoldo, interior de Minas Gerais.

Filho do operário João Cândido Xavier e da doméstica Maria João de Deus. Tinha 8 irmãos: Maria Cândida, Luzia, Carmosina, José, Maria de Lourdes, Raimundo, Maria da Conceição e Geralda.

Pouco antes de desenacar D. Maria João de Deus pediu ao Sr. João Cândido Xavier que entregasse seus filhos para parentes e amigos. Assim ele conseguiria viajar a trabalho e juntar dinheiro.

No dia anterior ao desencarne de D. Maria João de Deus Chico questinou a mãe sobre os motivos de entregar os seus filhoes e ela respondeu: “Se alguém falar que eu morri, é mentira. Não acredite. Vou ficar quieta, dormindo. E voltarei.”.

D. Maria João de Deus desencarnou no dia 29 de setembro de 1915, quando o Chico tinha apenas 5 anos. No mesmo dia do enterro Chico se mudou para a casa de sua madrinha Rita de Cássia que vivia com o marido José Felizardo Sobrinho (sempre ausente) e o sobrinho Moacir, a quem tratava como filho.

Os dois anos que Chico viveu com a madrinha foram muito sofridos para ele porque apanhava muito. Enquanto D. Maria João de Deus reunia os filhos para oração, na casa da sua madrinha era muita surra e pouca reza.

Em uma das surras, Rita de Cássia ficou tão descontrolada que machucou a barriga de Chico com o garfo. O ferimento ficou tão ruim que ele precisou usar uma espécie de vestido para que a roupa não ficasse raspando no machucado.

Cansado dos maus tratos Chico foi até o quintal e se ajoelhou embaixo de uma bananeira e começou a rezar desesperadamente. De repente, viu a sua mãe em sua frente e pediu socorro. Estava feliz por ela ter voltado para livrá-lo das surras.

D. Maria João de Deus disse: “Tenha paciência. Quem não sofre não aprende a lutar. Se você parar de reclamar e tiver paciência, Jesus ajudará para que estejamos sempre juntos.” e prometeu que “logo um anjo bom apareceria para ajudá-lo”. A partir desse dia Chico apanhava em silêncio e se refugiava no quintal para ouvir os conselhos de sua mãe. Ele dizia que Rita de Cássia foi sua educadora.

Quando João Cândido Xavier se casou com Cidália Batista, a primeira coisa que ela fez foi juntar os nove filhos do primeiro casamento do marido. Chico foi o último a voltar e ela percebeu o machucado feito com o garfo e disse: “Enquanto eu viver, ninguém mais vai pôr as mãos em você.”. Com isso Chico teve certeza de que ela era o anjo anunciado por sua mãe.

D. Cidália Batista resolveu colocar todas as crianças na escola, mas a falta de recursos dificultaria a compra de material. Então pediu a ajuda de Chico para criar uma horta. Ele ficou muito animado e logo começou a vender couve e repolho.

Durante toda a sua infância Chico teve manifestações espirituais. D. Cidália não entendia, mas dizia que acreditava no Chico. Seu pai achava eram coisas do demônio e temia ser necessário interná-lo como louco. Por conta disso levou Chico até o padre Sebastião Scarzello que receitou novenas, rezas e muito trabalho. Foi o padre Scarzello que o livrou do sanatório.

Aos nove anos Chico começou a trabalhar como tecelão em uma fábrica de tecidos que estavam empregando crianças para o turno da noite. Ele estudava e trabalhava muito, mas as manifestações continuavam.

Certa vez, conversando com D. Cidália, Chico disse que via fuguras cobertas com mantos coloridos próximas ao varal e achava que elas moravam num arco-íris.

Padre Scarzello conversou com o Sr. João Cândido e recomendou que afastasse Chico de livros, revistas e jornais. Chico ficou inconformado e recorreu a mãe. Ela aconselhou Chico a aprender a ficar calado e disse que deveria obedecer ao pai.

Nesse meio tempo Chico adoeceu. Estava com problemas respiratórios por causa da poeira de algodão na fábica de tecidos. Então, por recomendação médica, trocou a tecelagem por um emprego no Bar do Dove, onde varria o chão, lavava a louça e cozinhava.

Aula para maternal
  • Filho de João Cândido Xavier e Maria João de Deus.
  • João era operário e Maria cuidava da casa e dos filhos.
  • Chico tinha 8 irmãos.
  • Quando ele tinha 5 anos sua mãe desencarnou e ele foi morar com a sua madrinha: Rita de Cássia. Os outros irmãos foram morar com outros familiares e amigos da família.
  • Sua madrinha era muito brava.
  • Ele conversava com o espírito de sua mãe embaixo de uma bananeira.
  • João Cândido Xavier se casou com Cidália Batista, uma pessoa muito boa e compreensiva.
  • Chico ajudou Cidália a plantar uma horta e vendia couve e repolho na cidade para comprar material para ele e os irmãos estudarem.
  • Chico também trabalhou em uma fábrica de tecidos e em um bar enquanto era criança.
Atividades
Observações
  • Foi um dos maiores médiuns que já existiu
  • Ajudava a todos com palavras de otimismo e amor
  • Foi sempre um exemplo de amor e bondade
  • Ele amava as pessoas e os animais
Referências
  • As Vidas de Chico Xavier - Marcel Souto Maior
  • Biografia de Francisco Cândido Xavier - 100 Anos Chico Xavier
  • Material elaborado pela evangelizadora do SEEJB: Elaine Menato

2 comentários:

  1. Parabéns Fernanda,à tão pouco tempo conosco e já totalmente envolvida com o trabalho muito obrigada que papai do céu abençõe à todas que possamos perseverar sempre bjos.Regina Ribeiro

    ResponderExcluir
  2. gostaria de saber qual foi o fim da rita de cássia. Tenho um caso semelhante em minha vida.

    ResponderExcluir

Faça seu comentário! Dicas e sugestões são muito bem-vindas.